Login:
Senha:
 
Bem vindo,   Sair
Página Inicial|Atendimento ao Cliente|Mapa do Site|Fale Conosco| Newsletter
Buscar:
Indicadores de Preços
Índices Gerais de Preços
IGP
IPA
IPC
IPC-S
IPC-3i
IPC-C1
INCC
Índices Setoriais
Preços e Custos
Indicadores de Preços Agropecuários
Indicadores do Mercado Imobiliário
Índices Gerais de Preços

Os Índices Gerais de Preços da Fundação Getulio Vargas foram divulgados pela primeira vez em novembro de 1947, no número de estréia da Revista Conjuntura Econômica. Desde então registram as variações de preços de matérias-primas agropecuárias e industriais, de produtos intermediários e de bens e serviços finais.

Apresentam-se em três versões: Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10), Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) e Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI). A diferença entre eles está no período de coleta das informações para cálculo do índice. O quadro a seguir compara o período de referência de cada versão do IGP. Os preços coletados em cada período são comparados aos levantados nos 30 dias imediatamente anteriores:


 
Períodos de Coleta de Preços
Mês Anterior
Mês de Referência
11
 
 
 
 
21
 
 
 
 
01
 
 
 
 
10
 
 
 
 
20
 
 
 
 
30
IGP – 10
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
IGP - M
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
IGP - DI
 

O IGP-10 mede a evolução de preços no período compreendido entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência. A série do IGP-10 teve início em 1993. O IGP-M é coletado entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência. Sua série começa em 1989. O IGP-DI é coletado entre o primeiro e o último dia do mês de referência. A série histórica retroage a 1944.

O IGP-M, diferentemente das demais versões, conta com um sistema de apurações prévias divulgadas antes do fechamento mensal. Essas prévias apresentam resultados parciais do índice com base na coleta realizada em períodos de dez dias.

A primeira prévia, divulgada com a denominação de primeiro decêndio, calcula as variações obtidas a partir das informações colhidas no período de 21 a 30 do mês anterior ao de referência, comparadas às levantadas ao longo dos trinta dias anteriores. A segunda prévia expande o período de coleta para 21 do mês anterior a 10 do mês de referência, apresentando resultados cumulativos. A terceira apuração é o próprio IGP-M.

 
Conheça os serviços que o IBRE oferece.
Saiba como o IBRE pode ajudar seu negócio
O IBRE oferece a você serviços de atualização através de alertas e boletins periódicos por email.
Newsletter e Alertas
Termos de Uso|Mapa do Site|Fale Conosco
Copyright IBRE - Todos Direitos Reservados