Ano novo, velhos desafios

Share

Na análise de conjuntura, a virada de ano é sempre uma oportunidade de fazer um balanço do que ocorreu no ano que se encerra e alinhar as expectativas para aquele que começa. Isso é ainda mais verdade para um ano tão atípico como foi este.

Talvez nada retrate tão bem essa atipicidade como tentar recordar o que esperávamos para 2020 no seu começo. Difícil até de lembrar, como é difícil também acreditar que tenhamos custado tanto a perceber a dramaticidade do ônus humano e econômico que a pandemia traria. O choque e o tamanho da retração econômica que tiveram lugar quando isso finalmente ocorreu serão, todavia, difíceis de esquecer.