Em julho, empresas calibram suas expectativas

Share

Em julho, empresas calibram suas expectativas

A confiança dos empresários medida pelas Sondagens do FGV IBRE recuou ligeiramente em julho – em 0,3 ponto, após quatro altas consecutivas –, para 98,5 pontos. Na comparação mês contra mês anterior, o único setor que registrou alta foi o de serviços, com indústria, construção e comércio  apontando a um ajuste do otimismo para baixo.  Para Aloisio Campelo Jr, superintendente de estatísticas do FGV IBRE, ainda é prematuro dizer que esse movimento significa uma mudança na tendência de alta observada nos setores desde março. Mas indica que fatores como aperto monetário, perspectivas de desaceleração da economia mundial e baixa confiança do consumidor levam os empresários a terem mais cautela especialmente com o último trimestre do ano, refletida na piora dos indicadores focados nas expectativas quanto aos meses seguintes.

Leia o artigo no Blog da Conjuntura Econômica.