IGMI-C

Compartilhe

IGMI-C em resumo

O IGMI-C é um índice de rentabilidade do mercado brasileiro de imóveis comerciais, cujo objetivo é retratar da forma mais abrangente possível a evolução da valorização dos preços e dos rendimentos do segmento de imóveis comerciais em todo o Brasil. O índice é apresentado em três versões, cujas fórmulas de cálculo são apresentadas no tópico Metodologias.

Amostra

O IGMI-C é calculado com base em informações fornecidas por um grupo de participantes envolvendo investidores institucionais e empresas ligadas ao setor imobiliário, tais como entidades de classe, consultores, administradores e gestores de carteiras imobiliárias, incorporadores, dentre outros no Brasil. Um esforço inicial foi feito com o objetivo de construir uma série histórica com início no primeiro trimestre de 2000.

Metodologia

O IGMI-C é divulgado em três versões, cujas fórmulas de cálculo são:

Metodologia IGMI-C

Onde:
 

  • ROL = Receita Operacional Líquida (total de receitas do empreendimento menos despesas operacionais) 

  • V = Valor avaliado do empreendimento

  • I = Investimentos em reformas e benfeitorias

  • A = Alienações parciais ou totais.


Esta metodologia de cálculo reproduz vários indicadores internacionais semelhantes, de um lado aproveitando as experiências de outros países, e de outro possibilitando uma comparação dos resultados.

Notas Técnicas

A periodicidade do índice é trimestral, e nas suas três versões ele tem valor inicial de 100 no primeiro trimestre de 2000, sendo então atualizado a cada trimestre de acordo com a seguinte expressão: 

IGMIt = [IGMIt-1 × (1+ Retornot)].

Principais Usos:
  • Referência para investidores no setor de imóveis comerciais.
  • Acompanhamento de valorização de ativos reais para análises macroeconômicas.
Abrangência Geográfica:

Brasil

Abrangência Setorial:

Os imóveis presentes na amostra são divididos entre os setores de escritórios comerciais, Shopping-Centers, Hotéis, Estacionamentos, Galpões Industriais, e outros.

Período de Coleta:

A coleta é contínua, sendo as observações recebidas mensalmente.

Periodicidade:

A periodicidade de cálculo e divulgação é trimestral.

Primeira observação:

Primeiro trimestre de 2000.