Sondagem da América Latina

Compartilhe

Índice de Confiança da América Latina

A Sondagem Econômica da América Latina é uma pesquisa trimestral que serve para o acompanhamento e antecipação de tendências econômicas da região. Realizada com base em informações prestadas por especialistas econômicos, a pesquisa é aplicada com a mesma metodologia, simultaneamente, em todos os países da região, método que permite a construção de um ágil e abrangente retrato da situação econômica de países e blocos econômicos.

A Sondagem gera informações de natureza tanto qualitativa quanto quantitativa. O Índice de Clima Econômico (ICE) é o indicador síntese, composto pelos Índices da Situação Atual (ISA) e de Expectativas (IE), ambos de natureza qualitativa, referentes às questões da pesquisa que tratam da situação econômica geral do país na atualidade e nos seis meses seguintes.

As respostas individuais são combinadas para cada país sem qualquer ponderação. Para chegar ao valor médio de cada índice, atribui-se nove pontos às respostas positivas (+), 5 às respostas indiferentes (=) e 1 às respostas negativas (-). O ICE é uma média aritmética dos dois índices que o compõem.

O procedimento de agregação de dados para determinado grupo de países ou continente é feito de acordo com a participação relativa do comércio exterior (exportações + importações) de cada país em relação ao total da região.

Principais usos:

Permite a construção de um ágil e abrangente retrato da situação econômica de países e blocos econômicos.

Abrangência Geográfica:

Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia,Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

Abrangência Setorial:

As perguntas dizem respeito à economia como um todo.

Período de Coleta:

Ao longo dos meses de janeiro, abril, julho e outubro.

Periodicidade:

Trimestral

Primeira observação:

1994