STR_SONDAGEM_INDUSTRIA

Sondagem Indústria

A Sondagem da Indústria de Transformação é um levantamento estatístico que gera informações úteis ao monitoramento e antecipação de tendências econômicas, constituindo-se em importante ferramenta para a tomada de decisões empresariais no âmbito privado, para a análise econômica realizada no meio acadêmico e de consultoria e na elaboração da política econômica pelo governo.

O questionário da pesquisa contém perguntas direcionadas à empresa como um todo. Nesta categoria estão enquadrados, por exemplo, os quesitos relacionados ao nível de utilização da capacidade instalada e ao contingente de mão-de-obra. As demais perguntas são direcionadas às principais linhas da empresa, caso dos quesitos relacionados à demanda interna e externa, estoques, situação dos negócios e produção. Informações no nível do produto permitem uma consolidação mais eficiente das respostas no plano setorial.

Trimestralmente são acrescentados quesitos ao questionário como os relativos aos fatores limitativos à expansão da produção, e avaliações sobre preços de matérias-primas e componentes nos mercados interno e externo.

As opções de resposta são prioritariamente de natureza qualitativa, com exceção do nível de utilização da capacidade instalada, quesito cuja informação apurada é do tipo quantitativo.

O horizonte temporal das perguntas pode ser classificado da seguinte forma: observações a respeito do trimestre imediatamente anterior ao que se inicia no mês da pesquisa; avaliações relativas ao momento de realização da pesquisa; e previsões para o trimestre que se inicia no mês de realização da pesquisa. A exceção é o item relativo à situação esperada dos negócios, com horizonte temporal de seis meses. As previsões e observações são feitas de modo comparativo. As avaliações referem-se ao nível absoluto da variável.

O Índice de Confiança da Indústria de Transformação (ICI) é o indicador-síntese da pesquisa, composto por seis quesitos: Nível de demanda total (interna e externa), Nível de estoques, Situação Atual dos negócios e expectativas sobre Produção (três meses), Emprego (três meses) e Situação dos negócios (seis meses). A cobertura setorial da pesquisa é similar à da Pesquisa Industrial Anual (PIA) do IBGE. Os resultados são divulgados para a indústria de transformação, principais segmentos e categorias de uso.

Os segmentos setoriais são definidos de acordo com a Classificação Nacional de Atividades Econômicas, versão 2.0 (CNAE 2.0), do IBGE.

A série histórica da Sondagem da Indústria na CNAE 2.0 inicia-se em janeiro de 2001.