Eventos realizados

-

Depois de o PIB de crescer perto dos 3% no ano passado, 2024 começou com muita volatilidade.

-

Com um horizonte de dez anos, com investimentos de R$ 300 bilhões até 2026, o governo lançou a Nova Indústria Brasil (NIB), na tentativa de reverter o processo de desindu

-

Após quedas nos últimos dois anos, os indicadores do Observatório da Produtividade Regis Bonelli do FGV IBRE revelam que a produtividade cresceu nos dois primeiros trimes

-

Entramos no último bimestre do ano com um cenário de inflação ainda elevada, resultado de uma atividade econômica e de um mercado de trabalho que têm se mostrado mais res

-

O ambiente econômico tem evoluído favoravelmente, resultado de uma significativa desaceleração das taxas de inflação, conseguida a despeito de indicadores muito favorávei

-

Participe do webinar e entenda as principais mudanças na atualização da nova estrutura do INCC, um dos índices mais tradicionais do setor de construção civil.

-

A pandemia trouxe de volta taxas elevadas de inflação, algo que, por alguns anos, deixou de afligir bom número de países, especialmente entre os desenvolvidos.

-

Depois de permanecer na casa dos dois dígitos por vários meses, a taxa de desemprego vem recuando.

-

Há uma forte pressão para que o Banco Central reduza a taxa de juros, o que ajudaria uma retomada do crescimento econômico.

-

O Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE) convida para o seminário e lançamento do livro “Progressividade tributária e crescimento econômico” editado pelo pesquisador

Compartilhe