Notas Técnicas

Compartilhe

As metodologias dos índices de inflação registram as operações técnicas utilizadas para o cálculo deste tipo de indicador econômico. Já as notas técnicas informam as alterações nos procedimentos adotados na metodologia, além de registrar melhorias e aperfeiçoamentos na metodologia do cálculo dos índices de preços.

Esta seção disponibiliza o acesso às Metodologias e Notas Técnicas publicadas referentes aos indicadores econômicos produzidos e às pesquisas realizadas pelo IBRE.

A partir do segundo trimestre de 1966, o Índice de Preços ao Consumidor - IPC para a Cidade do Rio de Janeiro passou a ser calculado com um total de 365 itens de despesas, utilizando-se a fórmula de Laspeyres. Os itens e suas ponderações foram extraídos da Pesquisa de Orçamentos Familiares - POF realizada entre 1961 e 1963. As ponderações refletiam os padrões de consumo de famílias com…

Sumário: Em um par de meses, o déficit em conta corrente de 2018 foi revisto de 0,8% do PIB para 2,2% do PIB e, em 12 meses, o déficit em outubro de 2018 atingiu 3,0% do PIB. Com grandes revisões ocorridas em um curto espaço de tempo, não é surpresa que exista, atualmente, grande ruído em torno das contas externas brasileiras

Para que o IPC-SP possa mensurar o efeito do plano de redução do consumo - previsto no Programa de Incentivo à Redução do Consumo de Água de SP - um procedimento de cálculo foi alterado. Veja detalhes na Nota Técnica atualizada em junho de 2014.

O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE) comunica que, em janeiro de 2013, atualizará as ponderações utilizadas no cálculo do Índice de Preços ao Produtor Amplo - IPA. A alteração obedece à política de atualização periódica de ponderações, conforme divulgação em nota datada de 17.12.2009. 

A Secretaria de Comércio Exterior define 22 produtos como as principais commodities de exportações brasileiras. No ano de 2006, a participação desses produtos nas exportações totais foi de 41% e, em 2010, 54%.

O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (IBRE/FGV) comunica que, em abril de 2010, alterará a denominação do Índice de Preços por Atacado para Índice de Preços ao Produtor Amplo, preservando a sigla IPA. O índice terá uma política de atualização de ponderações dos itens e grupos componentes, válida também a partir de abril, quando novos pesos entrarão em vigor. Clique no…

Em novembro de 2009, as séries com ajuste sazonal da Sondagem da Indústria da FGV foram revistas, de modo a incorporar novas observações das séries originais, assim como aperfeiçoar os ajustes aos efeitos da crise internacional.

A inflação não é a mesma para todas as famílias. Cada uma tem o seu próprio perfil de consumo. As de menor renda dedicam parcelas maiores de seus gastos à alimentação, enquanto as que se situam nos estratos superiores despendem frações elevadas de seus orçamentos com educação, saúde e lazer. Além disso, os preços não se movem de forma sincronizada e com a mesma amplitude