Em julho, valor médio da Cesta Básica caiu em sete das oito cidades pesquisadas

O valor médio da cesta de consumo básica de alimentos de julho/22 caiu, em relação ao mês anterior, em sete das oito capitais analisadas mensalmente pela plataforma Cesta de Consumo HORUS & FGV IBRE. Nas cidades onde houve queda, as variações foram de -9,1% a -0,6%.

A única capital que registrou alta foi Curitiba, com 3,1%. Já Rio de Janeiro e Salvador registraram as maiores quedas, com -9,1% e -6,0%, respectivamente.

A cesta mais cara passa a ser de São Paulo (R$ 825,55), seguida pela do Rio de Janeiro (R$ 812,36), que durante vários meses, desde o início da pesquisa, se posicionou como a mais cara dentre as cidades analisadas. Por outro lado, Belo Horizonte (R$ 565,48), Manaus (R$ 641,72) e Salvador (R$ 672,25) registraram os menores valores.

 

 

Dos 18 produtos da cesta básica, nove apresentaram queda no preço em todas as regiões, com destaque para os ovos, açúcar, leite UHT e feijão, enquanto o preço dos legumes, frutas e pão tiveram aumento em algumas das capitais.