Emprego melhora, mas ainda há fragilidades

23/09

O ao longo deste ano o mercado de trabalho vem apresentando forte recuperação. Passada a fase mais crítica da pandemia, marcada por uma queda recorde do número de pessoas ocupadas, o emprego tem estado no seu maior nível desde o início da série histórica. Dados do trimestre móvel terminado em julho de 2022, por exemplo, mostraram que o número de ocupados no Brasil atingiu a marca de 98,7 milhões de pessoas.

“É importante destacar que parte relevante desta recuperação, ocorreu por conta da volta dos informais para o mercado de trabalho, principalmente no ano passado”, diz Paulo Peruchetti, pesquisador do FGV IBRE.

Leia na íntegra no Blog da Conjuntura Econômica.