IAEmp cai 4,0 pontos em outubro

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) do FGV IBRE cai 4,0 pontos em outubro, para 79,8 pontos, menor nível desde abril deste ano (79,5 pontos). Em médias móveis trimestrais, o IAEmp variou negativamente 0,4 ponto, para 82,0 pontos.

Em outubro, o IAEmp voltou a cair devolvendo todos os pontos recuperados nos últimos meses. Além da queda significativa, o resultado também foi bastante disseminado entre os sub índices sugerindo uma reversão da tendência. A desaceleração da economia parece já entrar no radar e influenciar as expectativas sobre o mercado de trabalho nos próximos meses. Não é possível descartar novas quedas nos próximos resultados dado que o cenário macroeconômico ainda é desafiador e a recuperação econômica tende a perder força na virada para 2023”, avaliou Rodolpho Tobler, economista do FGV IBRE.

Destaques do IAEmp

Em outubro, 6 dos 7 componentes do IAEmp contribuíram para o resultado do indicador, com destaques para os indicadores de Tendência dos Negócios, Emprego Previsto e Situação Atual dos Negócios da Indústria que contribuíram negativamente 1,7, 0,9 e 0,7 ponto, e de indicador de Situação Atual dos Negócios de Serviços, que contribuiu de forma negativa com 0,6 ponto.  O indicador de Emprego Previsto de Serviços foi o único componente do IAEmp em que a contribuição foi positiva, com variação de 0,3 ponto.