INCC-M varia 0,04% em outubro

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) variou 0,04% em outubro, percentual inferior ao apurado no mês anterior, quando o índice registrou taxa de 0,10%. Com este resultado, o índice acumula alta de 8,96% no ano e 10,06% em 12 meses. Em outubro de 2021, o índice subira 0,80% no mês e acumulava alta de 15,35% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de -0,06% em setembro para -0,21% em outubro. O índice referente à Mão de Obra variou 0,31% em outubro, ante 0,26% em setembro.

Materiais, Equipamentos e Serviços

No grupo Materiais, Equipamentos e Serviços, a taxa correspondente a Materiais e Equipamentos caiu 0,32% em outubro, após queda de 0,14% no mês anterior. Três dos quatro subgrupos componentes apresentaram decréscimo em suas taxas de variação, destacando-se materiais para estrutura, cuja taxa passou de -0,42% para -0,78%. O grupo Serviços repetiu a taxa de variação do mês anterior, que foi de 0,34%. Neste grupo, vale destacar, no sentido descendente, o item carreto para retirada de entulho (0,90% para 0,24%) e, em sentido ascendente, aluguel e máquinas e equipamentos (0,54% para 0,60%).

Mão de obra

A taxa de variação referente ao índice da Mão de Obra subiu 0,31% em outubro, após variar 0,26% em setembro.

Capitais

Cinco capitais apresentaram decréscimo em suas taxas de variação: Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Recife e Rio de Janeiro. Em contrapartida, Porto Alegre e São Paulo apresentaram acréscimo em suas taxas de variação.