Índice de Variação de Aluguéis Residenciais sobe 1,05% em julho

O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) subiu 1,05% em julho de 2022, o que representa uma aceleração em relação à taxa mensal de -0,31% registrada no mês anterior. Com o resultado, a taxa acumulada em 12 meses passou de 8,05% em junho para 8,65% em julho.  

Entre junho e julho, todas as cidades apresentaram elevação na variação média do aluguel residencial, sendo Belo Horizonte a cidade a registrar o maior reajuste em julho (2,49%). Para as demais cidades as taxas de variação são apresentadas no gráfico do Press Release. 

As taxas interanuais (julho 22/julho 21) aceleraram para a maioria das cidades componentes do IVAR: Belo Horizonte (de 7,89% para 9,71%), São Paulo (8,23% para 8,99%) e Porto Alegre (de 6,29% para 6,31%). A cidade do Rio de Janeiro, que possui a maior taxa interanual, registrou discreta desaceleração, passando a taxa de 10,43% para 10,41%. 

O IVAR foi desenvolvido para medir a evolução mensal dos valores de aluguéis residenciais do mercado de imóveis no Brasil. Ver mais sobre a metodologia do índice no Box incluído ao final do release. 

A próxima divulgação do IVAR ocorrerá em 06 de setembro de 2022.