Monitor do PIB-FGV sinaliza crescimento de 0,5% na atividade econômica em janeiro

Monitor do PIB-FGV sinaliza crescimento de 0,5% na atividade econômica em janeiro

O Monitor do PIB-FGV sinaliza, na análise da série dessazonalizada, crescimento de 0,5%, na atividade econômica em janeiro, em comparação a dezembro e de 2,4% no trimestre móvel findo em janeiro, em comparação ao findo em outubro. Na comparação interanual a economia retraiu 0,8% em janeiro e 0,3% no trimestre móvel findo em janeiro.

A economia inicia 2021 crescendo 0,5% em janeiro em comparação a dezembro; mesmo ritmo de crescimento que apresentou nos últimos três meses de 2020. Dentre as três grandes atividades econômicas (agropecuária, indústria e serviços), apenas a indústria apresentou retração. Pela ótica da demanda, o consumo e a exportação também cresceram em janeiro e os investimentos e a importação retraíram devido ao expressivo crescimento que apresentaram em dezembro de 2020 em decorrência da importação de uma plataforma de exploração de petróleo com valor superior à importada em janeiro, o que afetou significativamente estes dois componentes. ” afirma Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB-FGV.

A partir desta divulgação, a estrutura de ponderação utilizada para agregar as atividades no nível de desagregação específica do Monitor do PIB com base nas informações das Tabelas de Recursos e Usos das Contas Nacionais (TRU) foram atualizadas para os anos de 2019 e 2020, e assim continuarão sendo para os anos posteriores. Para isso, o valor adicionado estimado para ponderar as atividades a partir de 2019 foi calculado a partir da aplicação da variação nominal de cada atividade sobre o valor corrente de 2018. Para 2020, a variação nominal foi aplicada sobre o valor adicionado já estimado para 2019. A variação nominal foi calculada com base nos índices de volume e preços utilizados conforme mencionados na metodologia do Monitor da Atividade Econômica.

ANÁLISE DESAGREGADA DOS COMPONENTES DA DEMANDA
A análise gráfica desagregada dos componentes da demanda foi feita na série trimestral interanual por apresentar menor volatilidade do que as taxas mensais e aquelas ajustadas sazonalmente, permitindo melhor compreensão da trajetória de seus componentes.

Consumo das famílias
O consumo das famílias retraiu 2,9% no trimestre móvel findo em janeiro em comparação ao mesmo período do ano passado. Conforme apontado no Gráfico 2 do Press Release, o consumo de serviços é o grande responsável por esse desempenho ainda negativo. Embora o consumo de serviços apresente uma taxa com trajetória ascendente, ainda se encontra em patamar negativo tendo recuado 5,4% no trimestre móvel findo em janeiro.

Formação bruta de capital fixo
A FBCF cresceu 16,0% no trimestre móvel findo em janeiro, em comparação ao mesmo período do ano passado. O componente de máquinas e equipamentos apresentou expressivo crescimento em dezembro de 2020 devido a importação de plataforma de exploração de petróleo, e esse resultado ainda se reflete na taxa trimestral móvel finda em janeiro. Por esta razão, o componente de máquinas e equipamentos, que havia sido o que apresentou maior contribuição negativa para o desempenho da FBCF em 2020, inicia o ano de 2021 com expressivo crescimento trimestral sendo o responsável pelo forte crescimento do componente.

Exportação
A exportação retraiu 2,5% no trimestre móvel findo em janeiro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Os segmentos exportados que retraíram no ano foram os de produtos agropecuários (com recuo de 26,4% no trimestre), os serviços e os bens de capital. Em contrapartida, os segmentos que apresentaram desempenho positivo foram os de produtos da extrativa mineral, os bens de consumo e os bens intermediários.

Importação
A importação apresentou crescimento de 5,5% no trimestre móvel findo em janeiro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Este resultado positivo deve-se, principalmente, ao crescimento elevado dos bens de capital que foi impulsionado pela importação de plataformas em dezembro de 2020, o que se reflete também na taxa trimestral móvel finda em janeiro. Além da importação dos bens de capital, o outro componente da importação que registrou aumento na taxa trimestral móvel finda em janeiro foi a importação dos bens intermediários.

MONITOR DO PIB-FGV EM VALORES
Em termos monetários, estima-se que o PIB de janeiro de 2021, em valores correntes, foi de 661 bilhões e 546 milhões de Reais.

TAXA DE INVESTIMENTO
O Gráfico 6 do Press Release, destaca em duas linhas as médias das taxas de investimento: a de cima mostra a média das taxas de investimento mensais desde janeiro de 2000 (17,9%); a de baixo, a média das taxas de investimento mensais desde 2015 (15,8%). Observa-se que a taxa de investimento no mês de janeiro foi de 17,8%, na série a valores correntes. Este resultado mostra uma taxa de investimento acima da taxa de investimento média mensal considerando o período desde 2000 e desde 2015.