O custo político

O custo político

Hoje, se tirarmos fora a questão política que se intensificou com as ações da Polícia Federal contra parte dos aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro, a chamada linha dura – ao escrever essa coluna ainda não havia nenhuma ação específica contra o ex-presidente –, fica difícil escrever qualquer coisa que não passe pela questão fiscal. Como se sabe, a situação das contas públicas tem se deteriorado ao longo dos anos recentes. Em 2016, no governo Temer se propôs a instituir um teto de gastos. Aprovado, sob a batuta de Henrique Meirelles, então ministro da Fazenda, começou a valer em 2017 com o objetivo de tentar equilibrar as contas públicas, estabelecendo um teto para os gastos.

Leia o artigo na íntegra no Blog da Conjuntura