Os recentes resultados apontam para uma sutil reaceleração da inflação

Podcast

Os recentes resultados apontam para uma sutil reaceleração da inflação

O Índice de Preços dos Gastos Familiares (IPGF) variou 0,03% em agosto. Com esse resultado, o índice acumula taxa de 2,11% no ano e de 2,78% em 12 meses. No mesmo período, o índice oficial de inflação acumula 3,23% no ano e 4,61% em 12 meses.

Os recentes resultados apontam para uma sutil reaceleração da inflação a partir da substituição das leituras negativas de julho a setembro do ano passado, no entanto, o IPGF sugere que essa aceleração é menos acentuada que o indicado pelo IPCA.

Em julho, o IPGF acumulava 2,35% em 12 meses. No mesmo período do ano passado, o IPGF acumulado desacelerava de 10,55% em julho de 2022 para 9,05% em agosto (mais elevado que o IPCA àquela época).

O economista responsável pela pesquisa, Matheus Peçanha, comenta que essa tendência do índice se deve ao fato de que a construção dos pesos, entre outros fatores, possibilita a percepção do chamado “efeito substituição”: “Quando o consumidor substitui arroz por macarrão ou carne vermelha por carne branca, ou ainda deixa de consumir combustível e passa a usar mais o transporte público devido ao aumento de preços os itens substituídos perdem peso na cesta de consumo das famílias e seus aumentos de preço passam a contribuir menos para o índice e vice-versa. Assim, no longo prazo, esse efeito acaba gerando um número menor de inflação”, explica Peçanha.