Produtividade brasileira: pesquisadores do FGV IBRE identificam sinais de disseminação em 2023. Saiba quais e a tendência para 2024

Produtividade brasileira: pesquisadores do FGV IBRE identificam sinais de disseminação em 2023. Saiba quais e a tendência para 2024

No início do ano passado, ao analisar os resultados da produtividade da economia brasileira de 2022, os pesquisadores do Observatório da Produtividade Regis Bonelli confirmavam um triste diagnóstico: o de que os ganhos de produtividade observados no início da pandemia – com muitos trabalhadores pouco qualificados perdendo seu emprego – eram de fato concentrados na mudança da composição do mercado de trabalho, e tinham prazo de validade curto. Em 2022, a produtividade por hora efetivamente trabalhada retraiu -4,4%; em 2021, esse ajuste tinha sido ainda maior, com queda de 8,1%, depois de uma alta de 12,7% em 2020.

Confira o artigo na íntegra no Blog da Conjuntura