Saneamento: melhoramos, mas chegaremos à universalização?

Saneamento: melhoramos, mas chegaremos à universalização?

Os investimentos em saneamento básico no país bateram recorde em 2022, segundo números que o IBGE divulgou recentemente: chegaram a R$ 22,45 bilhões, 26,4% acima dos de 2021. Não deixa de ser uma excelente notícia, já que a falta de saneamento é uma das faces mais cruéis da desigualdade, geralmente sempre medida pela renda da população. Mas ainda temos o equivalente a 49 milhões de pessoas sem esgotamento sanitário e 4,8 milhões sem água encanada, mesmo com a expansão desses serviços nos últimos anos.

Leia o artigo na íntegra no Blog da Conjuntura