Press Releases

Compartilhe

Os releases acompanham os dados levantados para cada um de nossos indicadores e sondagens e têm o objetivo de fornecer conteúdo para a confecção da sua matéria.

Confira abaixo a lista de press releases dos nossos índices e sondagens.

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) do Instituto Brasileiro de Economia da FGV variou 0,1 ponto em outubro, para 87,1 pontos. Em médias móveis trimestrais, o IAEmp recuou 0,7 ponto, para 88,1 pontos.

Os Barômetros Econômicos Globais recuam novamente em novembro seguindo a tendência de enfraquecimento iniciada no terceiro trimestre. Apesar de ceder em todas as regiões, o Barômetro Coincidente mantém-se acima dos 100 pontos. Já o Barômetro Antecedente fica abaixo dos 100 pela segunda vez consecutiva, embora com queda menos intensa em novembro.

IPC-S da primeira quadrissemana de novembro de 2021 subiu 0,81% e acumula alta de 9,59% nos últimos 12 meses. Cinco das sete capitais pesquisadas registraram acréscimo em suas taxas de variação.

 

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) subiu 1,60% em outubro, percentual superior ao apurado no mês anterior, quando caíra 0,55%. Com este resultado, o índice acumula alta de 16,96% no ano e de 20,95% em 12 meses. Em outubro de 2020, o índice havia subido 3,68% e acumulava elevação de 22,12% em 12 meses.

IPC-S da primeira quadrissemana de novembro de 2021 subiu 0,81% e acumula alta de 9,59% nos últimos 12 meses.

IPC-S da quarta quadrissemana de outubro de 2021 variou 0,77% e acumula alta de 9,73% nos últimos 12 meses. Todas as sete capitais pesquisadas registraram decréscimo em suas taxas de variação.

 

IPC-S da quarta quadrissemana de outubro de 2021 variou 0,77% e acumula alta de 9,73% nos últimos 12 meses.

Em outubro, a percepção empresarial melhorou ligeiramente nos dois horizontes de tempo, mantendo os índices de Situação Atual e de Expectativas na faixa de neutralidade.

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) do FGV IBRE subiu 0,4 ponto em outubro, para 100,3 pontos. Em médias móveis trimestrais o indicador inverteu a tendência de alta iniciada em maio de 2021 ao recuar 0,5 ponto no mês.

O Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) da Fundação Getulio Vargas cedeu 2,6 pontos em outubro, para 131,3 pontos, após subir quase 15 pontos no mês anterior.  Com o resultado, o indicador inicia o último trimestre do ano 16,2 pontos acima de fevereiro de 2020 (115,1 pts), último mês antes da chegada da pandemia de covid-19 ao país.