Press Releases

Compartilhe

Os releases acompanham os dados levantados para cada um de nossos indicadores e sondagens e têm o objetivo de fornecer conteúdo para a confecção da sua matéria.

Confira abaixo a lista de press releases dos nossos índices e sondagens.

O Índice de Confiança da Construção (ICST), do FGV IBRE, caiu 1,4 ponto em maio, para 96,3 pontos, após alta em abril. Em médias móveis trimestrais, o índice continua ainda em terreno positivo ao avançar 0,9 ponto

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) do FGV IBRE recuou 3,1 pontos em maio, para 75,5 pontos. Em médias móveis trimestrais, o índice caiu 0,8 ponto, para 76,3 pontos.

IPC-S da terceira quadrissemana de maio de 2022 subiu 0,44% e acumula alta de 10,21% nos últimos 12 meses. Cinco das sete capitais pesquisadas registraram acréscimo em suas taxas de variação.

O Índice de Clima Econômico da América Latina (ICE) recua no segundo trimestre de 2022 em relação ao 
trimestre anterior e ao mesmo período de 2021. A economia da região está melhor do que no auge da 
pandemia sem vacinas, mas não conseguiu retornar aos níveis de 2019.

IPC-S da terceira quadrissemana de maio de 2022 subiu 0,44% e acumula alta de 10,21% nos últimos 12 meses. 

O lockdown adotado pela China para conter a pandemia ajuda a intensificar as pressões inflacionárias no mundo. Ao mesmo tempo, a redução do crescimento da China pode reduzir o crescimento das exportações brasileiras, mas não a ponto de ser observada uma queda nas vendas externas para esse país, em valor. A China continuará a liderar a contribuição para o superávit comercial do Brasil.

O Monitor do PIB-FGV aponta, na análise da série dessazonalizada, crescimento de 0,6% na atividade econômica em fevereiro, em comparação a janeiro e crescimento de 1,1% no trimestre móvel findo em fevereiro, em comparação com o findo em novembro. Na comparação interanual a economia cresceu 1,2% em fevereiro e 1,7% no trimestre móvel findo em fevereiro. 

 

IPC-S da segunda quadrissemana de maio de 2022 variou 0,41% e acumula alta de 10,17% nos últimos 12 meses. Todas as sete capitais pesquisadas registraram decréscimo em suas taxas de variação.

O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) variou 0,10% em maio. No mês anterior, o índice havia registrado alta de 2,48%. Com esse resultado, o índice acumula alta de 7,73% no ano e de 12,13% em 12 meses. Em maio de 2021, o índice subira 3,24% no mês e acumulava elevação de 35,91% em 12 meses.

O IPC-S da segunda quadrissemana de maio de 2022 variou 0,41% e acumula alta de 10,17% nos últimos 12 meses.