Press Releases

Compartilhe

Os releases acompanham os dados levantados para cada um de nossos indicadores e sondagens e têm o objetivo de fornecer conteúdo para a confecção da sua matéria.

Confira abaixo a lista de press releases dos nossos índices e sondagens.

A expectativa mediana de inflação dos consumidores brasileiros para os próximos 12 meses subiu 0,4 ponto percentual em setembro para 4,7%, encerrando a tendência de queda iniciada em maio desse ano. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, houve redução de 0,4 ponto percentual.

A prévia da Sondagem da Indústria de setembro sinaliza avanço de 7,2 pontos do Índice de Confiança da Indústria (ICI) em relação ao número final de agosto, para 105,9 pontos. Se o resultado se confirmar, esse será o maior valor do índice desde janeiro de 2013 (106,7 pontos).

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) subiu 4,57% no segundo decêndio  de setembro, ante 2,34% no mesmo período do mês anterior. Com este resultado, a taxa acumulada em 12 meses passou de 12,58% para 18,20%. 

Este ICOMEX de setembro trata de dois tópicos. O primeiro refere-se à análise divulgada mensalmente sobre a balança comercial. O segundo apresenta uma síntese dos principais dados sobre exportações de arroz relacionados com a decisão do governo de zerar as alíquotas de importação do produto até o final do ano.

O IPC-S de 15 de setembro de 2020 subiu 0,58%, ficando 0,10 ponto percentual (p.p.) acima da taxa divulgada na última apuração. Seis das sete capitais pesquisadas registraram acréscimo em suas taxas de variação.

 

O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) subiu 4,34% em setembro. No mês anterior, o índice havia registrado taxa de 2,53%. Com este resultado, o índice acumula alta de 13,98% no ano e de 17,03% em 12 meses. Em setembro de 2019, o índice caíra 0,29% no mês e acumulava elevação de 3,65% em 12 meses. Os três componentes do IGP-10 apresentaram as seguintes trajetórias, na passagem de agosto para setembro: IPA, de 3,38% para 5,99%, IPC, de 0,48% para 0,46%, e INCC, de 1,01% para 0,80%.

O Monitor do PIB-FGV aponta crescimento de 2,4%, na atividade econômica em julho, em comparação a junho e queda de 4,0% no trimestre móvel findo em julho, em comparação ao findo em abril. Na comparação interanual a economia apresentou queda de 6,1% no mês e queda de 8,9% no trimestre findo em julho.

O IPC-S de 15 de setembro de 2020 subiu 0,58%, ficando 0,10 ponto percentual (p.p) acima da taxa registrada na última divulgação.

A prévia extraordinária das Sondagens da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE), com dados coletados até o dia 14 deste mês, sinaliza avanço da confiança empresarial e dos consumidores em setembro. Em relação ao número final de agosto, o Índice de Confiança Empresarial (ICE) aumentaria 0,8 ponto, para 95,3 pontos, enquanto o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) cresceria 2,1 pontos, para 82,3 pontos.

A prévia do Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) da Fundação Getulio Vargas sinaliza uma queda de 6,1 pontos em setembro, para 154,2 pontos. O resultado representaria uma aceleração da tendência de queda em relação ao mês passado, quando o indicador havia recuado apenas 3,4 pontos. Após o quinto mês em queda, o IIE-Br devolveria 59% da alta de 95,4 pontos observada no bimestre março-abril.