Press Releases

Compartilhe

Os releases acompanham os dados levantados para cada um de nossos indicadores e sondagens e têm o objetivo de fornecer conteúdo para a confecção da sua matéria.

Confira abaixo a lista de press releases dos nossos índices e sondagens.

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas subiu 1,4 ponto em agosto, para 80,2 pontos, mesmo nível de março desse ano quando a economia começou a ser impactada pela pandemia do novo coronavírus. Em médias móveis trimestrais, houve alta de 6,0 pontos.

O IPC-S de 22 de agosto de 2020 variou 0,51%, ficando 0,01 ponto percentual (p.p) abaixo da taxa registrada na última divulgação.

IPC-S de 22 de agosto de 2020 variou 0,51%, ficando 0,01 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa divulgada na última apuração. Cinco das sete capitais pesquisadas registraram decréscimo em suas taxas de variação.

A expectativa mediana de inflação dos consumidores brasileiros para os próximos 12 meses registrou no mês de agosto queda de 0,2 ponto percentual, para 4,3%, atingindo novo mínimo histórico. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, houve redução de 0,8 ponto percentual.

A prévia da Sondagem da Indústria de agosto sinaliza crescimento de 8,4 pontos do Índice de Confiança da Indústria (ICI) em relação ao número final de julho, para 98,2 pontos. Caso o resultado se confirme, o índice estaria 0,7 ponto acima do valor observado em março (97,5 pontos) e teria recuperado aproximadamente 93% das perdas observadas em março e abril.

O Indicador de Clima Econômico (ICE) da América Latina da Fundação Getulio Vargas (FGV)1 avançou no terceiro trimestre de 2020, ao passar de 59,92 pontos negativos para 43,2 pontos negativos. O índice continua na zona desfavorável do ciclo econômico mas, comparado ao segundo trimestre, registrou um ganho de 16,7 pontos

O IGP-M subiu 2,34% no segundo decêndio de agosto, ante 2,02% no mesmo período do mês anterior. Com este resultado, a taxa em 12 meses passou de 9,05% para 12,58%. Os três componentes do IGP-M apresentaram as seguintes trajetórias, na passagem do segundo decêndio de julho para o segundo decêndio de agosto: IPA, de 2,72% para 3,15%, IPC, de 0,49% para 0,41%, e INCC, de 0,64% para 0,96%.

O Monitor do PIB-FGV aponta retração de 8,7% da atividade econômica no 2º trimestre, em comparação ao 1º do ano, na análise da série dessazonalizada. Na análise mensal, o indicador aponta crescimento de 4,2% em junho, na comparação com maio. Na comparação interanual a economia apresentou queda de 10,5%, no 2º trimestre e de 6,5% em junho.

IPC-S de 15 de agosto de 2020 variou 0,52%, ficando 0,02 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa divulgada na última apuração. Quatro das sete capitais pesquisadas registraram decréscimo em suas taxas de variação.

IPC-S de 15 de agosto de 2020 variou 0,52%, ficando 0,02 ponto percentual (p.p) abaixo da taxa registrada na última divulgação.