Press Releases

Compartilhe

Os releases acompanham os dados levantados para cada um de nossos indicadores e sondagens e têm o objetivo de fornecer conteúdo para a confecção da sua matéria.

Confira abaixo a lista de press releases dos nossos índices e sondagens.

O IPC-S da primeira quadrissemana de fevereiro de 2024 subiu 0,75% e acumula alta de 3,79% nos últimos 12 meses. Quatro das sete capitais pesquisadas registraram acréscimo em suas taxas de variação.

Os Barômetros Globais recuam em fevereiro após sete meses em alta. O Barômetro Coincidente permanece abaixo do nível neutro de 100 pontos, enquanto o Antecedente mantém-se acima desta marca. 

O IPC-S  da primeira quadrissemana de fevereiro de 2024 subiu 0,75% e acumula alta de 3,79% nos últimos 12 meses

No primeiro mês de 2024, o Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) registrou um incremento de 4,34%, marcando um aumento considerável em relação ao decréscimo de 1,16% verificado no mês anterior.

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) do FGV IBRE subiu 0,9 ponto em janeiro, para 78,2 pontos, maior nível desde outubro de 2022 (79,8 pontos). Em médias móveis trimestrais, o IAEmp avançou 1,0 ponto, para 76,8 pontos.

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI)  caiu 0,27% em janeiro, o menor resultado desde julho de 2023, quando o índice havia registrado queda de 0,40%. No mês de dezembro, a taxa havia sido de 0,64%. Com este resultado, o índice acumula queda de 3,61% em 12 meses. Em janeiro de 2023, o índice havia variado 0,06% e acumulava elevação de 3,01% em 12 meses.

Confiança do Consumidor e Empresarial em rotas distintas: A confiança do consumidor inicia 2024 em queda, dando continuidade à tendência iniciada em setembro do ano passado. Os juros e o endividamento elevados continuam a exercer pressão sobre a situação financeira das famílias, a despeito do início do movimento de queda dos juros internos.
Entre os empresários, o aumento do otimismo na Indústria e no Comércio impulsionam o avanço do ICE. O patamar inferior a 100 pontos sinaliza um ritmo morno de atividade econômica no início do ano.

 

Veja essas e outras análises na síntese dos resultados de dezembro.

O IPC-S da quarta quadrissemana de janeiro de 2024 subiu 0,61% e acumula alta de 3,36% nos últimos 12 meses. Três das sete capitais pesquisadas registraram acréscimo em suas taxas de variação.

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) do FGV IBRE subiu 0,4 ponto em janeiro, para 95,1 pontos, o maior nível desde outubro de 2022. Em médias móveis trimestrais, houve avanço de 0,5 ponto no mês.  

O IPC-S da quarta quadrissemana de janeiro de 2024 subiu 0,61% e acumula alta de 3,36% nos últimos 12 meses.