Primeiras reflexões sobre o Acordo Mercosul-União Europeia

Compartilhe

No dia 28 de junho de 2019, os países do Mercosul e da União Europeia concluíram as negociações para a criação de uma área de livre-comércio entre os dois blocos. O acordo precisa ser aprovado pelo Congresso dos países para que entre plenamente em vigor. Pronunciamentos contra a aprovação do acordo já começaram a ser veiculados na imprensa francesa por representantes do setor agropecuário. No entanto, se os outros países europeus acatarem o acordo, a França terá que aceitá-lo caso não queira romper com a disciplina do mercado comum, que supõe igual tratamento comercial pelos membros da União em relação a terceiros países.