Sumário

Revista Conjuntura Econômica | Setembro de 2020

Carta do IBRE
A nova agenda do país: não é possível voltar ao pré-pandemia – Luiz Guilherme Schymura

Ponto de Vista
Bolsonaro mantém contrato social da redemocratização – Samuel Pessôa

Entrevista
Luiz Awazu Pereira da Silva – Claudio Conceição e Solange Monteiro

Macroeconomia
Sustentabilidade fiscal: teto dos gastos ou piso do superávit primário – Fernando de Holanda Barbosa
Revisão dos gastos públicos no Brasil – José Roberto Afonso e Leonardo Ribeiro
À espera de um novo Keynes – Marcello Averbug
Além do Renda Brasil – Solange Monteiro

Inovação
“Precisamos trabalhar com prioridades” - Solange Monteiro

Capa | Atividade econômica
Fase de testes – Solange Monteiro

Macroeconomia
O ogro filantrópico – Solange Monteiro

Índices
I Índices Econômicos
X Conjuntura Estatística

Carta do IBRE

O Boletim Macro do FGV IBRE divulgado em 20/2/2020, ou seja, há apenas seis meses, sugeria para 2020 crescimento de 2,2% do PIB, tendência de queda da taxa de desemprego – em janeiro, ela estava em 11,2% – e déficit primário do governo central de algo próximo a 1% do PIB no ano fechado.

Nota do editor

Foi o pior segundo trimestre já registrado nas séries históricas do IBGE, iniciadas em 1980, com o PIB caindo 9,7% no segundo trimestre deste ano no país.

Tema principal

Revista Conjuntura Econômica | Setembro de 2020

Redução gradual de estímulos e volta da atividade apontarão consistência da recuperação econômica – e os danos estruturais que a pandemia deverá deixar.