Sondagem do Comércio

Podcast

Siga nossas redes sociais

ICOM de julho de 2023

O Índices de Confiança do Comércio (ICOM) do FGV IBRE caiu 2,6 pontos em julho para 91,6 pontos, após avançar por dois meses consecutivos. Em médias móveis trimestrais, o índice ainda avança com alta de 2,7 pontos, quarto resultado positivo consecutivo.

ICOM de junho de 2023

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) do FGV IBRE subiu 6,9 pontos em junho para 94,2 pontos, registrando o maior valor desde outubro de 2022 (98,0 pontos). Em médias móveis trimestrais houve alta de 2,4 pontos, terceiro resultado positivo consecutivo.

ICOM de maio de 2023

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) do FGV IBRE subiu 3,7 pontos em maio para 87,3 pontos, registrando o maior valor desde outubro de 2022 (98,0 pontos). Em médias móveis trimestrais houve alta de 0,5 ponto, segundo resultado positivo consecutivo, mas vem oscilando em torno do patamar de 85 pontos.

 

ICOM de abril de 2023

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) do FGV IBRE caiu 3,3 pontos em abril para 83,6 pontos, após dois meses de altas consecutivas. Em médias móveis trimestrais houve alta de 0,3 ponto, primeiro resultado positivo depois de cinco quedas.

 

ICOM de março de 2023

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) do FGV IBRE subiu 1,1 ponto em março para 86,9 pontos, registrando a segunda alta consecutiva. Na métrica de médias móveis trimestrais houve virtual estabilidade, com variação de -0,1 ponto.

 

ICOM de dezembro de 2022

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) do FGV IBRE ficou estável em dezembro, ao se manter no nível de 87,2 pontos, menor patamar desde abril (85,9 pontos). Na métrica de médias móveis trimestrais, houve queda de 4,9 pontos, segunda queda seguida após oito meses consecutivos de resultados positivos.

 

ICOM de novembro de 2022

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) do FGV IBRE caiu 10,8 pontos em novembro, ao passar de 98,0 para 87,2 pontos, menor patamar desde abril (85,9 pontos). Na métrica de médias móveis trimestrais, houve queda de 4,1 pontos, primeira queda após oito meses consecutivos de resultados positivos.

 
Inscrever-se em Sondagem do Comércio